corretores de imóveis

Corretores de imóveis são rivais ou parceiros? Aliados ou inimigos?

Quando um corretor de imóveis capta uma oportunidade para sua carteira de ofertas, sempre existe o questionamento sobre quem é o cliente comprador? Qual o público-alvo daquele determinado imóvel? Pra quem irá oferecê-lo? Quem poderá ajudar na disseminação da informação até chegar a um potencial cliente?

BAIXE AGORA: MINI E-BOOK – PORQUE FAZER PARCERIA IMOBILIÁRIA PARA VENDER MAIS

Na maioria das vezes, as respostas são dadas pensando somente no cliente consumidor ou em algum investidor e se esquece do primeiro cliente que surge neste processo: outro corretor.

É para ele que as ofertas são direcionadas quando alguma construtora lança determinado produto no mercado, já que uma das primeiras ações é a realização de  uma convenção para apresentá-lo aos profissionais que praticam a corretagem, seus primeiros clientes de fato.

corretores de imóveis

Ao longo do tempo, o mercado passou por diversos ajustes e disrupturas para que essa percepção viesse à tona e fosse encarada como vantagem pelos profissionais que buscam ampliar suas vendas. Antes não se fazia parceria, concentrava-se muito a informação. Tinha-se o colega como um concorrente, aquele que cujo objetivo era conquistar seu cliente. Escondia-se a agenda, falava-se baixinho ao telefone por medo de perder a venda, o agenciamento ou a comissão.

SAIBA MAIS: PARCERIA ENTRE CORRETORES – INSPIRE-SE NA CULTURA AMERICANA

Porém, com a tecnologia e suas facilidades, os corretores e empresas foram se adaptando aos novos modelos de negócios e parcerias. Passaram a investir em redes imobiliárias, franquias, plataformas de relacionamentos, aplicativos, sites, portais, ferramentas digitais, lista de transmissão (whatsapp), networking e várias outras possibilidades de encontrar um parceiro para iniciar uma relação duradoura e de sucesso nas vendas.

corretores de imóveis

ASSISTA AGORA: VANTAGENS DA PARCERIA ENTRE CORRETORES DE IMÓVEIS

Sendo assim, o colega que antes era um rival ganhou o status de parceiro, aliado ou “primeiro cliente” nos negócios. Isso mesmo, o mundo digital facilitou e aproximou a comunicação entre os corretores, mudou a forma de trabalho, deu celeridade aos negócios, favoreceu a troca de experiência e conhecimento, fortaleceu laços, otimizou custos, criou um cenário colaborativo entre colegas e um ambiente propício de negócio.

Hoje a parceria é realizada por muitos profissionais que ou precisam de um imóvel para seu cliente ou de um comprador para seu imóvel, e apostam no compartilhamento de dados e informações para aumentar as vendas.

A realidade é que não conhecemos todos os imóveis do mercado, não podemos atender todos os bairros, mas podemos sim ter parceiros em todos os locais e estarmos conectados.

*Artigo do consultor e coach imobiliário Andrei Menegotto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *